Rinoplastia

Os dois cirurgiões plásticos responsáveis pelas rinoplastias são o Dr. Eduardo Matos e o Dr. David Rasteiro que realizam este procedimento cirúrgico em Lisboa, Porto e Algarve.

A rinoplastia (cirurgia do nariz) tem como principal objectivo alcançar a harmonia facial, através da correção de algumas alterações estéticas do nariz e, paralelamente, obter uma melhoria a nível funcional. Assim, este procedimento cirúrgico pode produzir alterações na aparência, estrutura e função do nariz. Apesar de ser das mais procuradas, a rinoplastia tem que ser muito ponderada e, nesse sentido, a equipa de cirurgiões plásticos da Up Clinic defende que a técnica a utilizar varia imenso de paciente para paciente, visto não haver duas faces iguais. Os dois cirurgiões plásticos responsáveis pelas rinoplastias são o Dr. Eduardo Matos e o Dr. David Rasteiro que realizam este procedimento cirúrgico em Lisboa, Porto e Algarve.

No entanto, a rinoplastia é muito mais do que isto. É das cirurgias mais delicadas de toda a cirurgia plástica facial e tem um enorme impacto na aparência, confiança e autoestima de qualquer paciente.

O nariz é constituído por osso, cartilagem, músculos, pele, vasos sanguíneos, nervos – todos num equilíbrio muito próprio e cujas relações são delicadas. Por este motivo, é uma cirurgia que alia o conhecimento profundo da anatomia e fisiologia do nariz com uma noção estética, quase artística das proporções faciais.

Do ponto de vista estético, as áreas mais frequentemente tratadas são o dorso (que pode ser longo ou largo em demasia) e a ponta nasal (por vezes muito larga, com falta ou com demasiada projeção), de forma a tornar o nariz equilibrado e elegante. Para ligeiros retoques no dorso pode ser resolvido através de um procedimento não cirúrgico designado por rinomodelação.  Deste modo, a rinoplastia pode aumentar ou diminuir o tamanho do nariz, alterar a forma da ponta, estreitar a base das narinas ou alterar o ângulo entre o nariz e o lábio. É fundamental que a cirurgia seja bem planeada e discutida com os pacientes.

Esta operação pode ajudar a corrigir defeitos de nascença/ malformações congénitas (presentes ao nascimento) e sequelas de traumatismos/ acidentes (adquiridas ao longo do tempo). Porém, em muitos casos, não há uma causa aparente e é a própria estrutura do nariz que não é esteticamente equilibrada.

Para além da componente estética, o tratamento cirúrgico deve sempre ter em consideração a componente funcional. De nada serve ter um nariz esteticamente perfeito em que o paciente em causa não consiga respirar devidamente, muitas vezes provocado por um desvio do septo e que poderá ser resolvido através de uma septoplastia.

Relativamente ao tipo de anestesia utilizada, utiliza-se com maior frequência a anestesia local com sedação ou anestesia geral.

Contrariamente ao que se pode pensar, a cirurgia não é dolorosa. Os pacientes poderão ficar com algum edema e equimoses (nódoas negras) que desaparecem dentro de 7/10 dias. Para evitar quaisquer traumatismos no nariz e manter o resultado enquanto o corpo cicatriza, pode ser necessária a utilização de uma tala durante as primeiras semanas. Pode existir algum desconforto associado a alguma obstrução respiratória na sequência do tamponamento.

ESPECIALISTAS

David Rasteiro Up Clinic

Dr. David Rasteiro

Dr. Eduardo Matos Up Clinic

Dr. Eduardo Matos

CLÍNICA

Conheça as nossas instalações

A Up Clinic nasceu com o intuito de oferecer uma experiência de excelência na área de estética e bem-estar. As instalações da clínica em Lisboa foram criadas com o objectivo de proporcionar o máximo conforto num ambiente elegante e exclusivo, sem descurar a proximidade que caracteriza a equipa multidisciplinar da clínica.

Processo

A rinoplastia é um procedimento cirúrgico com uma duração de 2 a 4 horas e é realizado com anestesia local com sedação ou geral. É um procedimento com internamento de 1 dia e tem um período de baixa de 15 dias. Os resultados finais são obtidos até 9 meses. Deverão ser considerados as seguintes inibições para a rinoplastia: 2 a 4 semanas de inibição de atividade física, 1 semana de inibição de voar, 4 a 5 dias de inibição de conduzir e 3 a 4 semanas de inibição de exposição solar.

Duração

2 a 4 horas

Anestesia

Local com sedação ou geral

Internamento

1 dia

Período
de baixa

2 semanas

Resultados

Até 9 meses

Inibição de atividade física

2 a 4 semanas

Inibição de
voar

1 semana

Inibição de conduzir

4 a 5 dias

Inibição de atividade sexual

n/a

Inibição de exposição solar

3 a 4 semanas